A Onipresença de Deus

E-mail Imprimir PDF
Avaliação do Usuário: / 8
PiorMelhor 

Sandoval Juliano

                                                                                                                       

ONIPRESENÇA - No conceito cristão e teológico, onipresença é o atributo divino segundo o qual Deus está presente em todos os lugares do Universo e até mesmo fora dele, ao mesmo tempo. Como Deus é um ser pleno e indivisível, ou seja, Deus não é constituído de partes, pode-se dizer que o ser de Deus é idêntico aos seus atributos, então, pode-se adicionar à idéia básica da onipresença o conceito de que Ele está totalmente presente em cada ponto do universo.

Sabemos que uma doutrina teológica é o resultado da observação que a teologia faz das várias proposições a respeito de um tema em analogia ao que a Bíblia diz a respeito.

A filosofia tem uma enorme influência na estruturação das doutrinas, uma vez que a filosofia lança conceitos que são repetidos e discutidos por gerações e que terminam por influenciar aqueles que têm a responsabilidade da caneta para apresentar à igreja uma definição de qualquer que seja o tema teológico.

Tenho observado que muito do que ensinamos em nossas igrejas sobre Deus é derivado de proposições filosóficas, e de idéias universais presente no conceito que todos temos do que seria ideal a respeito de Deus. Essas proposições e esse idealismo ficam tão fortes com o passar do tempo que terminamos por tornar esse pensamento ideal em doutrina.

No entanto, doutrina nenhuma deve ser formulada a partir do que achamos ser ideal, nem a partir de um apanhado do conteúdo doutrinário de outras religiões, nem a partir da proposição filosófica que achamos mais conveniente, porque doutrinar tem o sentido de ensinar as verdades fundamentais da Bíblia. A Bíblia não é uma cópia de achados escritos de religiões mais antigas, adequadas ou incorporadas ao modo de pensar do povo judeu. A Bíblia é a revelação que Deus faz de si mesmo e do que Ele pretende que façamos e sejamos e, esta revelação tem sua origem em Deus e não em uma escola qualquer do pensamento filosófico.

Portanto, eu entendo e proponho aqui que submetamos todos os conceitos doutrinários que possuímos ao escrutínio geral das Escrituras e somente dela.

A respeito da onipresença de Deus, o conceito cristão descrito acima precisa ser escrutinado, à luz da Bíblia Sagrada, para sabermos se esse conceito não é apenas fruto de um ideal que temos a respeito de Deus ou se realmente a Bíblia afirma e ensina que Deus está presente, totalmente presente, em cada ponto do universo.

A respeito de Deus, nós os cristãos, o concebemos como "uma pessoa", ou, numa análise mais detalhada como "três pessoas". Ou seja, acreditamos e pregamos que Deus é um ser pessoal. E, para isso encontramos larga base de referências bíblicas. Este detalhe do estudo sobre a pessoa de Deus não cabe aqui por falta de espaço e para não tornarmos o nosso estudo muito extenso. Todavia sabemos que isto é ponto passivo na Teologia.

O problema reside quando nos deparamos com um axioma apresentado pela filosofia panteísta que diz mais ou menos o seguinte: "Em cada átomo de tudo o que compõe o Universo reside a presença pura e perfeita do amor e consequentemente a presença de Deus, uma vez que Deus é amor".

Se você acabou de dizer em seus pensamentos: Eu acredito nisto, você acabou de discordar da pessoalidade de Deus. Neste lindo e tocante pensamento está expressa a idéia da presença de Deus, mas, como se fosse uma onda sonora ou uma energia quântica que preenche o cosmo.

De fato, a idéia expressa na palavra onipresença é exatamente essa, de preenchimento. Mas, esse conceito,  o da filosofia panteísta dá à Deus e à natureza o mesmo significado ou a mesma identidade. Ou seja, nesse conceito, Deus é tudo e tudo é Deus e até mesmo nós, somos em essência, divinos.

A Bíblia diz que a criação, a natureza e o universo, revelam a existência de Deus. Ela não diz que na criação, na natureza e no universo Deus está presente, sendo parte indissociável destes.

> Salmos 19:1 - Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.

Deus, segundo a Bíblia, não é "algo", não é "isso", não é energia, nem luz, nem fogo, nem ar, nem sentimento. Deus se apresenta, na Bíblia como "Eu" e a Ele nos dirigimos como "Tu".

> Marcos 14:36 - E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres.

A idéia da ONIPRESENÇA está contida nas Escrituras Sagradas? - Sim, ainda que a palavra onipresença não apareça no texto bíblico.

Quanto à onipotência, o próprio Deus se apresentou a Abraão como o "Todo-Poderoso".

> Gênesis 17:1 - SENDO, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o SENHOR a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.

Quanto à onisciência, o próprio Deus fala de si mesmo como aquele que conhece e sabe todas as coisas e cujo entendimento é inescrutável

> Isaías 40:28 - Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.

> Hebreus 4:13 - E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar. 

Quanto à onipresença, não porque algum filósofo um dia o disse; não porque alguma religião anterior ao judaísmo o tenha dito, mas, encontramos uma afirmação que partiu do próprio Deus a respeito desta possibilidade.

> Jeremias 23:24 - Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o SENHOR. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o SENHOR...

Na língua hebraica a expressão “o céu e a terra” significa o universo inteiro. Este universo segundo a própria declaração de Deus, está cheio de sua presença.

Quando afirmamos, desde a nossa infância, lá na Escola Dominical: "Deus é tão grande que preenche todo o Universo e tão pequeno que habita em meu coração", estamos em sintonia com a Palavra de Deus.

O conceito, a idéia da onipresença está presente na Bíblia em textos como este:

> Salmos 139:7-12 - Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;

Então, vejamos: Se Deus não é uma energia flutuante que preenche todo o universo, uma vez que Ele é uma pessoa, mas a onipresença é um conceito e uma afirmação bíblica, como poderemos entender essa onipresença? Em que termos podemos definir a onipresença de Deus?

Eu gostaria de encontrar explicações e respostas para todas as perguntas. Mas, a Bíblia diz em

> Deuteronômio 29:29 - As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.

E, quanto ao mistério da onipresença, em face de ser Deus uma pessoa e mesmo assim, preencher todo o universo com a sua presença, é melhor ficarmos com as palavras do Salmista:

> Salmos 139:6 - Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.

                

Em Cristo, Sandoval Juliano - O Presbítero, 09 de agosto de 2012.

                                                                              

                                                                                        

Fontes de consulta:

Site: http://umapalavra.wordpress.com/2007/07/23/onisciencia-onipotencia-e-onipresenca/

Site: http://josiasmoura.com/2009/05/13/teologia-aula-01-doutrina/

Livro: Teologia Sistemática, histórica e filosófica - Uma Introdução à Teologia Cristã - Autor: Alister E. McGrath

Site: http://www.slideshare.net/osledmart/energia-quantica

Site: http://www.necessidadefeminina.com/2012/01/reflexao-diaria-presenca-de-deus.html

Comentários
Adicionar novo Busca
O presbítero.   |10-08-2012
"Não me envergonho de mudar de idéia, porque não me envergonho de
pensar".

Freud
Comentário ...
Nome:
E-mail:
 
Website:
Título:
UBBCode:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img] 
 
 
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch:
:(:shock::X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):s
:!::?::idea::arrow:
 
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
  <== VOLTAR

Banner

Últimas do fórum

Últimos comentários

Acesso restrito

Visitantes on-line

Nós temos 267 visitantes online

Receber informativos