Sandoval Juliano - O Presbítero em Cristo

A Parábola dos Trabalhadores na Vinha

E-mail Imprimir PDF
Avaliação do Usuário: / 13
PiorMelhor 

Sandoval Juliano
 
A Parábola dos Trabalhadores na Vinha tem seu registro apenas na seguinte referência bíblica - Mateus 20:1-16.
 
Esta é a parábola que fala do pai de família, proprietário de uma vinha que saiu em diversos horários do dia a assalariar trabalhadores para sua vinha e que no final do dia acertou as contas com cada um em particular.
 
O Reino de Deus tem essa peculiaridade, ele se desenvolve no tempo de Deus, não no do homem. Pessoas há que passam 60 anos exercendo um ministério e já nos seus últimos dias vê alguém saindo do nada e colhendo os frutos do seu trabalho, sem sequer saber da dureza que passou aquele que arou e semeou ao longo de 5 décadas...
 
É isso que o Senhor Jesus está querendo ensinar aos seus obreiros. O tempo pertence a Deus. A obra também. Os obreiros igualmente. O Reino é de Deus.
                                                                  
Ø 1 Coríntios 3:5-7 - Pois, quem é Paulo, e que, é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e cada um de nós não faz apenas o trabalho que o Senhor deu para fazer? Eu plantei, Apolo regou, mas foi Deus quem deu o crescimento. Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o galardão pelo trabalho que tiver feito.
                                                                                        
O TEMPO DE DEUS NA REALIZAÇÃO DE SEU PROJETO NA TERRA
                                                                             
Nesta parábola Jesus está fazendo referência ao Projeto de Deus realizado na terra em todos os tempos da história da humanidade e não apenas em relação a um período específico.

Jesus classifica os grupos de trabalhadores em relação ao período de tempo nos quais serviram em Sua obra. Ele fala dos trabalhadores da MADRUGADA, trabalhadores da TERCEIRA HORA DO DIA, trabalhadores da SEXTA E NONA HORAS e, por fim, trabalhadores da HORA UNDÉCIMA.

TRABALHADORES DA MADRUGADA

A Obra do Senhor veio muito antes da nossa própria existência. O Projeto de Deus começou a ser desenvolvido mesmo antes da instituição da igreja nos dias apostólicos. Enquanto dormíamos nos sonhos de Deus, a Sua Obra já estava em andamento na terra.

Quem são os trabalhadores da madrugada? - Os patriarcas e os profetas. Eles foram os precursores, aqueles que foram contratados por Deus antes do raiar do dia para preparar o palco para a atuação da Igreja de Cristo.

Jeremias 7:25 - Desde o dia em que vossos pais saíram da terra do Egito, até hoje, enviei-vos todos os meus servos, os profetas, todos os dias madrugando e enviando-os.

A respeito deles diz o apóstolo:

 

 Hb11:32E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas,
 Hb11:33Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões,
 Hb11:34Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos.
 Hb11:35As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição;
 Hb11:36E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões.
 Hb11:37Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados
 Hb11:38(Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra.
 Hb11:39E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa,
 Hb11:40Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados.

 

OS TRABALHADORES DA HORA TERCEIRA

O dia raiou. A Igreja foi inaugurada. O Projeto de Deus agora está em pleno andamento.

Ø Gálatas 4:4 - Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho

E, na hora terceira, ainda bem cedo... O Espírito Santo foi derramado sobre os trabalhadores da vinha.

Ø Atos 2:14, 15 - Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras. Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia.

Portanto, os apóstolos, a Igreja primitiva e aqueles que a teologia chama de Os Pais da Igreja, são o grupo de trabalhadores da hora terceira.                                                                                                   

A SEXTA E A NONA HORAS

Este é o período de tempo compreendido entre os séculos que se passaram desde o quarto ou quinto século até o século XIX.

Infelizmente a história registra que ocorreram negros períodos de falta de avivamento, em especial durante a Idade Média 

A sexta e a nona horas falam dos grandes avivamentos que ocorreram, por meio de homens e mulheres levantados por Deus para não deixar Sua obra parar na terra. 

Homens como o pastor Philip Spener, em 1670, na Alemanha; Jhonatan Edwards e George Whitefield, nos Estados Unidos; o avivamento dos Morávios, que iniciou-se em 1727, um avivamento que durou mais de 100 anos e que produziu inúmeros missionários para incendiar o mundo com o poder de Deus; João Wesley, na Inglaterra;  Charles Finney; Charles Spurgeon; Dwight L. Moody; Martinho Lutero; João Calvino e tantos outros. 

Todos eles fazem parte de um grupo de trabalhadores que foram convocados no meio da tarde, para fazerem a Obra de Deus. 

A HORA UNDÉCIMA

A hora undécima, muito provavelmente iniciou-se com o poderoso avivamento ocorrido na Rua Azuza, Los Angeles, nos EUA, por meio de uma pastor chamado Willian Joseph Seymou, em 1906.

Foi desse avivamento que surgiram Daniel Berg e Gunnar Vingren, dois missionários suecos que vieram ao Brasil e deram início a uma grande obra de avivamento nesta nação.

Esta chama já está acesa há um pouco mais de cem anos. 

Nós fazemos parte desse grupo de trabalhadores que foram convocados no fim desta Dispensação, na hora undécima.

O que Jesus está nos revelando por meio desta parábola é que não devemos nos sentir inferiores a todos esses que já se passaram e que fizeram uma grande obra para Deus.

Da mesma forma como eles serão recompensados, nós também seremos. No Reino de Deus ninguém é maior, nem mais importante. Todos fomos incluídos no Projeto Divino, realizado durante os séculos, e todos haveremos de comparecer ante o Tribunal de Cristo, para recebermos o devido reconhecimento pelo trabalho que houvermos feito no tempo que nos foi confiado pelo Senhor, o dono da vinha!

 
 
Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano - 27.06.2010
Comentários
Adicionar novo Busca
Comentário ...
Nome:
E-mail:
 
Website:
Título:
UBBCode:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img] 
 
 
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch:
:(:shock::X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):s
:!::?::idea::arrow:
 
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
 

Banner

Últimas do fórum

Últimos comentários

Acesso restrito

Visitantes on-line

Nós temos 269 visitantes online

Receber informativos