Por que na nova Canaã comeremos da árvore da vida?

Avaliação do Usuário: / 9
PiorMelhor 
 
Meu amigo, Anderson Pereira de Sousa, que mora em Ceilândia - DF, enviou-me um e-mail com a seguinte pergunta: Por que na nova Canaã comeremos da árvore da vida?
 
Gostei dessa pergunta porque esta pergunta suscita outras perguntas, tais como:
 
Nós nos alimentaremos no céu? - A linguagem do Apocalipse é carregada de símbolos. A árvore da vida não é simbólica, também?
 
Pelo menos em nosso mundo e em nossos dias, a árvore da vida tornou-se uma expressão simbólica e mística. Parece mais ser um código misterioso que guarda os segredos da vida e da felicidade. Esta expressão tornou-se mais conhecida com os escritos de Darwin e passou a significar - uma forma de representar a evolução dos seres vivos.
 
A Bíblia Sagrada fala da árvore da vida no seu primeiro livro - Gn 2:9 ,  e no seu último livro - Ap 22:2 .  Se a árvore da vida que aparece no livro de Gênesis, for entendida como uma figura simbólica, toda a história da criação terá que ser entendida como puramente simbólica.
                                                                                              
Sabemos e acreditamos que Deus criou o homem, à sua imagem; que em algum momento de sua existência o homem perdeu a inocência, recebendo em sua natureza a gérmen do pecado; que o pecado gerou a queda e com a queda a condenação; que Deus já havia elaborado um Plano B, o Plano de Resgate, chamado na Bíblia de - Evangelho; que, portanto, a árvore da vida, bem como a árvore do conhecimento do bem e do mal, era uma árvore, de verdade. Sabemos por fim que foi necessário que Deus impedisse o homem se "alimentar" da "árvore da vida", para que não vivesse eternamente, tendo em seu corpo e natureza, a morte, já introduzida.
                         
No entanto, faz parte da soberana vontade de Deus que o homem se alimente da árvore da vida. Ela ainda existe, na nova Jerusalém, a santa cidade celestial. 
 
Para que o homem, então, possa desfrutar dos frutos da "árvore da vida", são necessárias duas coisas, pelo menos:
 
Primeiro - Que o gérmen do pecado seja eliminado da natureza humana;
 
Segundo - Que a morte, gerada no momento em que o pecado foi consumado, seja vencida.
                                           
Quando o homem pecou o pecado foi introduzido no corpo e na natureza do homem, como uma semente, como um gérmen. A natureza pecaminosa que nós possuímos nos foi passada como uma herança maldita por nossos pais.
                                      
Ø  Romanos 5:12 - Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.
 
De forma que todos, mesmo os que não pecaram à semelhança de Adão, estamos sob a influência do pecado.
                                 
Ø  Romanos 5:14 - No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é figura daquele que havia de vir.
                                            
O pecado, introduzido em nossa natureza, tornou-se o representante e o agente de Satanás dentro do homem.
                            
Para que o gérmen do pecado fosse eliminado, era preciso que o pecado fosse vencido. Somente um ser humano, nascido de mulher, poderia vencer o pecado. Para que a morte fosse vencida, alguém teria que vencer o pecado e consequentemente estar livre do domínio do pecado, uma vez que a presença do pecado na vida de uma pessoa, torna-a suscetível de ser dominada pela morte.
 
Jesus Cristo, a segunda pessoa da Trindade, nascido em carne, por obra e graça do Espírito Santo, trouxe em si todas as características necessárias para que essa batalha fosse vencida.

Por ter sido gerado pelo Espírito Santo, ele não tinha em sua natureza o gérmen do pecado, visto que o pecado representativo era o pecado do homem e não o da mulher.

Jesus, apesar de ser homem pleno, não tinha em sua natureza a semente do pecado

Ø  João 14:30 – Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;

Por essa razão, por não ter experimentado o pecado, venceu a morte, tanto no momento em que morreu, quanto no ato da ressureição.

Portanto, Cristo resgatou-nos o direito de nos "alimentarmos" da árvore da vida. Isto, no entanto, só será possível, quando a morte, o agente da morte, for finalmente suplantado e lançado no lago de fogo. Por isso, só na Nova Jerusalém é que conheceremos a tão imaginada - árvore da vida.

 
Se ela é uma árvore, mesmo, não posso dizer. Mas, eu prefiro que nunca me digam que não é.
 
Ah, a pergunta original... Por que comeremos? - Por quê? Porque estaremos livres do pecado e do seu efeito, então poderemos viver para sempre. O propósito da arvore da vida é gerar a eternidade naqueles que dela se alimentam.
 
Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano - 10.09.2010.
 
 
  <== VOLTAR

Bem vindo(a) ao site

Avaliação do Usuário: / 133
PiorMelhor 

Bíblia on-line

Mensagens em mp3

Com a bíblia on-line você terá em suas mãos acesso fácil aos textos sagrados para fazer suas pesquisas e estudos.

Disponibilizamos nesta seção as mensagens pregadas por mim, fique a vontade para ouvir e comentar.

 

 

Mensagem para reflexão

Avaliação do Usuário: / 46
PiorMelhor 


Mensagem pregada em 28/12/08 na Assembleia de Deus em Ceilândia Sul.

 



Últimas do fórum

Últimos comentários

Acesso restrito

Visitantes on-line

Nós temos 206 visitantes online

Receber informativos